AJUDA HUMANITÁRIA

Forças Armadas participam de Exercício Conjunto de apoio à Defesa Civil

Objetivo é aprimorar atuação em situações de emergência em apoio à população
Publicado: 17/11/2015 09:00
Imprimir
Fonte: Ministério da Defesa

Testar, aprimorar e difundir a atuação das Forças Armadas em conjunto com a Defesa Civil em situações de emergência e apoio à população. Esse é o objetivo do Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (ECADEC), que vai até a próxima sexta-feira (20), em Florianópolis (SC).

Coordenado pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), por meio da Chefia de Operações Conjuntas, o Exercício tem por finalidade verificar os procedimentos e medidas adotadas pelo Ministério da Defesa, com vistas a atender o artigo 16, da Lei Complementar n° 97/1999, que atribui subsidiariamente às Forças Armadas à cooperação com a Defesa Civil.

O ECADEC ocorrerá no 63° Batalhão de Infantaria Motorizado, reunindo representantes da Marinha, Exército e Aeronáutica, além da Secretaria de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração, do Ministério da Saúde, do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), da Secretaria de Defesa Civil de Santa Catarina e de outras instituições estaduais. 

“A expectativa é que cerca de 80 pessoas participem do Exercício, resultando em novos ensinamentos, no aperfeiçoamento de normas e na integração entre as organizações participantes, de modo a refletir em melhores práticas na mitigação dos desastres e no atendimento à população vitimada”, disse o comandante Walter Marinho, chefe da Seção de Operações Complementares do Ministério da Defesa.

O exercício utilizará um sistema em rede, similar a jogos de guerra, não empregando tropas no terreno. A região focal do exercício se estende pelo Vale do Itajaí, localidade periodicamente afetada por desastres naturais.

Serão simulados inundações, deslizamentos de terras, obstrução de estradas e um acidente industrial, tudo apoiado no software “Combater”, operado pelo Centro de Simulação do Comando de Operações Terrestres do Exército Brasileiro.

Caberá às Forças Armadas, sob um comando conjunto, complementar, de forma coordenada, as ações da Defesa Civil Estadual com ações de busca e resgate, remoção e apoio a desabrigados e desalojados, interdição e desobstrução de vias, descontaminação química, entre outras.

A atividade busca, portanto, testar a sistemática dessa cooperação, já regulamentada no Protocolo de Ações entre os ministérios da Defesa, Integração e Saúde, e pelo Plano de Emprego das Forças Armadas para Apoio à Defesa Civil, expedido pelo EMCFA.

Veja a atuação da FAB na enchente em Rio do Sul, Santa Catarina, no ano de 2011.