CONDECORAÇÃO

Comando da Aeronáutica homenageia 160 agraciados

Solenidade marcou o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira
Publicado: 23/10/2015 13:47
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Sargento Johnson Barros/Agência Força AéreaEm Comemoração ao dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB), o Comando da Aeronáutica realizou, nesta sexta-feira (23/10), a entrega da Medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico (OMA). A maior comenda concedida pela Força Aérea Brasileira a militares e civis em reconhecimento a serviços prestados à Aeronáutica e ao país. O evento, presidido pelo Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, aconteceu na Base Aérea de Brasília (BABR) e homenageou 160 agraciados.

A solenidade de entrega da medalha contou com a guarda de honra composta pela tropa formada por cadetes da Academia da Força Aérea (AFA) e a Banda de Música da Base Aérea de Brasília. Além do Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e autoridades dos três poderes compareceram ao evento.

Aldo Rebelo, que participou pela primeira vez da cerimônia, ressaltou a importância de comemorar um dia tão importante, o dia 23 de outubro. “Esse dia deriva de um grande brasileiro, Alberto Santos-Dumont, que cobriu nosso país de glórias ao ser responsável pelo voo que, em poucos segundos, consagrou os céus de Paris. Participo como Ministro da Defesa dessa cerimônia e esse é o momento de reconhecer e homenagear essa história e essa trajetória”, afirmou.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, destacou na Ordem do Dia o exemplo e a persistência de Alberto Santos Dumont. “Neste dia tão especial, sinto-me honrado por ter a oportunidade de homenagear o Pai da Aviação e Patrono da Aeronáutica Brasileira, Alberto Santos-Dumont. Hoje, comemoramos 109 anos do voo do mais pesado que o ar. Santos-Dumont concedeu-nos, com pura generosidade, a conquista da terceira dimensão. Ao afirmar que - “A atmosfera é o nosso oceano” – profetizou o desenvolvimento da aviação, que logo se descortinaria com o surgimento dos primeiros voos intercontinentais, e em décadas posteriores, com a conquista do espaço”. Tenente Brigadeiro do Ar, Raul Botelho com a família  Sargento Johnson Barros/Agência Força Aérea

Entre os agraciados com a OMA estavam Ministros de Estado, do Supremo Tribunal Federal, políticos, militares, empresários, advogados e jornalistas. O Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, Comandante do Comando-Geral do Pessoal (COMGEP) e Diretor-Geral do Departamento de Ensino da Aeronáutica (DEPENS), foi um dos agraciados e sente-se honrado em receber uma comenda tão importante em 42 anos de serviço prestados à Aeronáutica. “Tenho muito orgulho em receber mais uma homenagem da FAB. Estou de pé, mas meu coração está de joelhos agradecendo por essa tão importante comenda”.

Antes da entrega da OMA, Exército e Marinha realizaram uma cerimônia de saudação à Força Aérea Brasileira em homenagem ao Dia do Aviador no salão nobre da Base Aérea de Brasília.

 
DATA COMEMORATIVA – O dia 23 de outubro foi instituído como o Dia do Aviador e o Dia da Força Aérea Brasileira por ser a data em que o brasileiro Alberto Santos-Dumont realizou o primeiro voo com o avião mais pesado que o ar, o 14 Bis. O fato histórico ocorreu no Campo de Bagatelle, em Paris, em 23 de outubro de 1906, quando o brasileiro percorreu 60 metros em 7 segundos, voando a uma altura de 2 metros de solo, perante mais de mil espectadores e da Comissão Oficial do Aeroclube da França.

 

 

 

imagens/original/26513/151023joh0941(c)johnson_barros.jpg