ENSINO

No RJ, navegador abordou desafios e liderança em palestra para mais de cem capitães

Para Amyr Klink, Santos-Dumont é um exemplo a ser seguido
Publicado: 09/10/2015 07:01
Imprimir
Fonte: EAOAR

  Divulgação  DivulgaçãoFamoso pelas aventuras inéditas e palestras onde conta essas histórias, o navegador e escritor brasileiro Amyr Klink encontra em Santos-Dumont um motivo de inspiração. Para ele, ao renunciar patentear suas invenções e escolher compartilhar o conhecimento, o patrono da Aeronáutica mostrou exemplos a seguir. Esse e outros temas foram discutidos durante a palestra de Amyr Klink na Escola de Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (EAOAR), localizada no Rio de Janeiro, na sexta-feira (02/10).

Mais de 120 alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais 2/2015 (CAP) assistiram à apresentação do navegador, que é formado em economia e mostrou já no início da juventude a paixão pelas expedições marítimas. Ele foi o primeiro navegador a cruzar o oceano Atlântico Sul sozinho, em um pequeno barco a remo, indo do porto de Lüderitz, na Namíbia, até Salvador (BA). O trecho, de sete mil quilômetros, foi percorrido em cerca de cem dias. A viagem originou o livro "Cem dias entre céu e mar", escrito pelo próprio navegador. Amyr Klink possui em seu currículo mais quatro publicações.

Para os oficiais que cursam o CAP, o palestrante apresentou as experiências e diversos desafios com os quais se deparou em suas viagens. Um dos destaques foi o tema liderança. O navegador falou sobre como gerenciou suas equipes em cada projeto de viagem.

Para um dos alunos, Capitão Thiago Calçada, os temas debatidos são pertinentes ao aprendizado do curso de aperfeiçoamento. “O assunto foi bem interessante. Pude ALUNOS DO CAP 2-2015 ASSISTEM PALESTRA  1S PONTESver que, às vezes, um ato que parece loucura, quando bem planejado e executado, se torna algo concreto e possível. Que o bom trabalho em equipe e, principalmente, a aceitação do assessoramento de todos é imprescindível para o sucesso na missão”, destacou.

O Comandante da EAOAR, Coronel Sérgio Mourão Mello, explicou que o que é ensinado durante o curso tem aplicabilidade na FAB e na vida. De acordo com o militar, a apresentação da palestra do Amyr Klink vai na mesma linha. “Ele falou de um assunto que nós prezamos muito que é a liderança, além de ter reforçado conceitos que são muito básicos e que nós também ensinamos na escola: gerenciamento de equipe, logística, etc.”, destacou.

EAOAR - Sediada na Universidade da Força Aérea, localizada no Rio de Janeiro, a EAOAR tem o objetivo de aperfeiçoar oficiais subalternos e intermediários, visando ao desenvolvimento de competências específicas para o desempenho de funções administrativas, de assessoramento e operacionais, por meio do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (CAP) e outros cursos e estágios que lhe forem atribuídos.