LOGÍSTICA

Unidade da FAB reúne operadores de projetos estratégicos

Objetivo é discutir a melhor operação e processos logísticos das aeronaves
Publicado: 28/09/2015 11:22
Imprimir
Fonte: PAMA-LS

Os operado  res das aeronaves Learjet 35 A/M e IU-93A se reuniram em meados de setembro no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS), localizado em Minas Gerais. Os dois projetos são estratégicos para a Força Aérea Brasileira por envolverem as aeronaves Learjet 35 A/M, utilizada em missões de reconhecimento, e IU-93 A, utilizada em inspeção de voo.

O objetivo do encontro foi discutir a melhor operação dos aviões, além de intermediar os processos logísticos com a meta de prolongar a vida útil das aeronaves.

O primeiro encontro contou com os operadores do projeto IU-93A, que possui uma   frota de quatro aviões laboratório H800-XP, todas alocadas no Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV). A unidade tem a missão de realizar a inspeção em voo dos equipamentos de auxílio à navegação em aeroportos civis e militares por todo o Brasil.

Para o coordenador do projeto, Major Giovanni Campos Vicentini, a realização desse tipo de reunião é fundamental para que ocorra um trabalho conjunto entre o Parque Central, o operador e as empresas de suporte logístico contratual. “Temos, assim, uma interação perfeita, onde são discutidos assuntos relativos ao projeto, na expectativa de manter uma disponibilidade da frota dentro de padrões concebíveis programados, além de minimizar custos operacionais, com a implementação de medidas corretivas, quando necessário", ressaltou.

  Os operadores do projeto Learjet 35 discutiram assuntos nas áreas de engenharia, manutenção e logística. Participaram 17 militares do PAMA-LS, além de militares de unidades apoiadas, entre elas, o esquadrão Carcará (1°/6° GAV),  esquadrão Guará (6° ETA), o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), o Núcleo de Parque de Material Aeronáutico de Recife (NuPAMA RF).

Um dos pilotos do esquadrão Carcará, Tenente Vitor Rijk Rufino, falou sobre a importância da reunião. “É nesse momento que podemos discutir e compartilhar assuntos vivenciados nas nossas unidades aéreas, juntamente com o PAMA-LS”, destacou.