DIA DO SOLDADO

Projeto oferece cursos profissionalizantes a soldados das Forças Armadas

De acordo com dados do Ministério da Defesa, cerca de 80% dos participantes conseguem emprego após o serviço militar
Publicado: 29/08/2015 08:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  EEAR“Durante o tempo em que estou prestando o serviço militar, já tive a oportunidade de realizar os cursos de mecânico de refrigeração e padaria. Eles estão sendo de grande utilidade, pois abrirão diversas oportunidades no mercado de trabalho após o serviço militar”.

O depoimento do Soldado Johnny Pereira Zuque dos Reis ilustra uma das iniciativas do Ministério da Defesa para qualificar profissionalmente os soldados das Forças Armadas. Em 11 anos, o Projeto Soldado Cidadão já formou cerca de 200 mil jovens na Marinha, Exército e Aeronáutica. A intenção é facilitar o ingresso no mercado de trabalho, após o período militar.

Servindo na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), o Soldado Reis trabalha na padaria dos refeitórios da unidade, onde são produzidos cerca de 3.500 pães diariamente. O produto é consumido pelos alunos e pelo efetivo da EEAR. “O projeto abriu oportunidade de adquirir experiência em uma nova profissão e empregá-la”, explica o militar.  EEAR

Em função da capacitação promovida pelo curso de padeiro, a EEAR recebeu da Subdiretoria de Abastecimento (SDAB) e do Ministério da Defesa recursos para a reforma das instalações dos refeitórios e aquisição de equipamentos para a padaria. Além de qualificar os jovens, a iniciativa da EEAR vai permitir uma redução de custos de 57% ao mês em itens alimentícios, o que representa uma economia de aproximadamente R$ 256 mil.

“Esse projeto é de importância não só para as Forças Armadas, mas também para a sociedade, que  irá receber cidadãos qualificados por meio de uma excelente formação profissional. É motivo de alegria participar da iniciativa e saber que contribuímos de forma prática com a inclusão social e desenvolvimento do nosso País”, destaca o coordenador do projeto na EEAR, Coronel Darly Vieira. Em 2014, a Escola recebeu o prêmio de melhor gestão do projeto.

  EEARSoldado Cidadão - O Projeto Soldado Cidadão atende por ano cerca de 12 mil jovens em aproximadamente 140 municípios. Os cursos possuem carga horária mínima de 160 horas, sendo 140 de ensino técnico, 16 de empreendedorismo e quatro de cidadania. São oferecidos 40 cursos distribuídos nas 315 unidades militares participantes. Entre as opções estão mecânico de automóveis, auxiliar de recursos humanos, soldador, bombeiro civil, pedreiro, confeiteiro, informática, eletricista, gastronomia e mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com o Ministério da Defesa cerca de 80% dos participantes conseguem emprego após o serviço militar. “O mercado de trabalho procura esses jovens formados nas unidades militares, pois além da sua capacitação profissional eles também têm a responsabilidade, já têm o senso de hierarquia e disciplina, se adaptando muito mais fácil ao seu novo trabalho”, explica o Coronel David Sabino, que trabalha no Comando-Geral do Pessoal (COMGEP), unidade que coordenada o Projeto Soldado Cidadão na Aeronáutica.

Assista ao vídeo abaixo e conheça um pouco mais da história de quem conquistou um emprego após participar do Projeto Soldado Cidadão: