ENSINO

Estudantes do ITA conquistam medalha de prata em competição internacional de foguetes

Com apoio da Federação das Indústrias de São Paulo, foguete brasileiro se destaca nos Estados Unidos
Publicado: 25/08/2015 10:44
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Marcio Sena/Arquivo pessoalFertilizante e açúcar. Foram esses os ingredientes usados por 14 estudantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) para superar um desafio singular: como participar de uma competição internacional de foguetes, realizada nos Estados Unidos, sem poder viajar até lá com o combustível necessário?

Após comprarem os ingredientes no comércio da cidade de Green River, no Oeste do país, eles conseguiram participar da prova disputada em junho por universitários de 46 instituições de cinco países. E levaram a medalha de prata, ficando atrás apenas da equipe do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

"É uma experiência incrível poder ir mostrar que o Brasil tem força de fazer O projeto brasileiro contou com apoio da FIESP  Sargento Batista/CECOMSAERgrandes projetos e ter uma grande representatividade no cenário internacional", conta o brasiliense Daniel Bontorin, de 22 anos.

O foguete de dois metros de comprimento atingiu 758 km/h e 2,2 quilômetros de altura. Depois, os dois paraquedas abriram com sucesso e bólido pousou a 1,9 quilômetros do local de lançamento. O equipamento de bordo, um GPS e um sistema inercial também funcionaram e transmitiram em tempo real a trajetória do experimento.

  ITA

Apoio

Mas antes de conquistar a medalha, os jovens cientistas precisaram alcançar o apoio para participarem da competição. "Sem isso não é possível nem a gente ir para lá, quanto mais construir o foguete", conta Daniel.

O financiamento para a participação veio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). "Esses alunos que hoje estão pedindo apoio para fazer um projeto estão aprendendo e um dia eles estarão no setor industrial. Eles vão fomentar a indústria no futuro e é importante para o Brasil crescer", diz o estudante.

Agora, o grupo formado no total por 40 estudantes do ITA analisa como melhorar o desempenho dos equipamentos de bordo e planeja criar uma competição semelhante no Brasil. Para isso, mais apoio será necessário. "Esse apoio é fundamental e sem isso não tem como fazer um projeto desse tamanho". 



Vestibular
- As inscrições para o Instituto Tecnológico de Aeronáutica vão até 15 de setembro. Para saber mais sobre o Vestibular ITA 2016, acesse as instruções para o exame de admissão aqui.

imagens/original/25810/2015 irec brazil 38b_35.jpg