APOIO

Área de preservação em hospital da FAB em São Paulo recebe atividades de escotismo

Grupo de 13 jovens participou de instruções sobre cooperação e liderança
Publicado: 01/08/2015 07:00
Imprimir
Fonte: Comunicação Social do NuHFASP

Introdução  Vagner Silva - Fotógrafo civilUma área de mata preservada do Núcleo do Hospital de Força Aérea de São Paulo (NuHFASP), na capital paulista, foi sede do acampamento de um grupo formado por 13 jovens escoteiros de 11 a 16 anos. O evento foi realizado entre os dias 09 e 12 de julho.

Acompanhados pelos instrutores e pais, o grupo participou de palestras sobre mapas e uso de bússolas; cooperação e liderança; noção de finanças e produção de comida mateira escoteira, que é a técnica de se cozinhar sem a utilização de utensílios domésticos.

 “Embora incomum no hospital, a possibilidade de contribuir com o aperfeiçoamento de potencialidades físicas, intelectuais, sociais e afetivas desses jovens nos motivou a colaborar”, afirmou o diretor da unidade, Coronel Médico Ricardo Gakiya Kanashiro.

 O suboficial da reserva Jaceguai Francisco Bittencourt, organizador do evento, explicou que o  Movimento Escoteiro Mundial preconiza o respeito à natureza. Nas instruções foram utilizadas as madeiras descartadas pela natureza, sendo a mata preservada. “Além disso, tudo o que foi utilizado e trazido pelo grupo foi devidamente descartado, mantendo a integridade do local, condição importante para que o acampamento fosse autorizado”, afirmou o militar. 

Escotismo -  É um movimento internacional voltado para a educação de jovens, com a colaboração de adultos voluntários, com o propósito de favorecer que assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente de caráter.