ORDEM DO DIA

Dia da Aviação de Busca e Salvamento

Data é comemorada no dia 26 de junho
Publicado: 26/06/2015 06:00
Imprimir
Fonte: COMGAR

DIA DA AVIAÇÃO DE BUSCA E SALVAMENTO
PALAVRAS DO COMANDANTE DO COMGAR
CAMPO GRANDE-MS, 26 DE JUNHO DE 2015.

“EU SABIA QUE VOCÊS VIRIAM!”

COM ESTA FRASE, O ENTÃO TENENTE LUIZ VELLY, TRIPULANTE DO C-47 FAB 2068, CONSEGUIU TRADUZIR TODO O SENTIMENTO QUE EXPRESSA A CERTEZA DO RESGATE, A QUAL PASSOU A PERMEAR A VOCAÇÃO E O ESPÍRITO DA BUSCA E SALVAMENTO.

SUA SAGA TEVE INÍCIO NO DIA 15 DE JUNHO DE 1967, QUANDO O DESTACAMENTO DE CACHIMBO, AO SUL DO PARÁ, RECEBEU INFORMES DE QUE UM ATAQUE INDÍGENA ERA IMINENTE E PODERIA TOMAR O CAMPO. SENDO ASSIM, REFORÇOS URGENTES FORAM PEDIDOS À PRIMEIRA ZONA AÉREA.

MESMO COM A METEOROLOGIA DESFAVORÁVEL, O FAB 2068 DECOLOU DE BELÉM E POUSOU EM JACAREACANGA PARA REABASTECIMENTO. APÓS, SEGUIU RUMO AO SEU DESTINO, SEM NUNCA TER CHEGADO. DEPOIS DE VÁRIAS MENSAGENS DRAMÁTICAS, ÀS 4 HORAS E 52 MINUTOS DA MADRUGADA, SEU VOO CALOU-SE NA IMENSIDÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA.

TEVE INÍCIO, ENTÃO, A HISTÓRICA E VULTOSA OPERAÇÃO DE BUSCA E SALVAMENTO DA AVIAÇÃO BRASILEIRA. PARTICIPARAM MAIS DE TRINTA AERONAVES, TENDO SIDO VOADAS MAIS DE MIL HORAS.

NO DIA 26 DE JUNHO, O ALBATROZ 6539 DECOLOU PARA AQUELA QUE SERIA A DERRADEIRA E MARCANTE MISSÃO. DURANTE O VOO, OS TRIPULANTES AVISTARAM OS DESTROÇOS NAS PROXIMIDADES DO MUNICÍPIO DE TEFÉ E LOGO FEZ ECOAR, VIBRANTEMENTE, PELA FREQUÊNCIA DO RÁDIO DE COMUNICAÇÃO:

“ACHAMOS O 2068!”

PASSADOS 48 ANOS, SÃO RECENTES AS LEMBRANÇAS DAS CATÁSTROFES NAS MAIS VARIADAS REGIÕES DO PAÍS. PERMANECEM GRAVADAS NÃO SÓ NA MEMÓRIA DOS HOMENS DE RESGATE, COMO TAMBÉM NA MEMÓRIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA, AS TRAGÉDIAS COM O GOL 1907, EM SETEMBRO DE 2006, QUE EXIGIU UM TRABALHO IMENSO DE RESGATE EM PLENA SELVA AMAZÔNICA, E COM O AIR FRANCE 447, EM MAIO DE 2009, COM DESTROÇOS E VÍTIMAS A MAIS DE 900 KM DA COSTA BRASILEIRA, NO MEIO DO OCEANO ATLÂNTICO.

A CRESCENTE PROJEÇÃO DA CAPACIDADE SAR DO BRASIL, BEM COMO AS LIÇÕES APRENDIDAS NESTES DOIS GRANDES ACIDENTES AÉREOS, EVIDENCIARAM A NECESSIDADE DE TREINAMENTOS FREQUENTES ENTRE AS EQUIPES DE COORDENAÇÃO, AS UNIDADES AÉREAS E AS EQUIPES DE RESGATE.

DENTRO DO ESPÍRITO DE QUE “POR UMA VIDA É PRECISO LUTAR!”, COMO ENALTECE O HINO SAR, COMO TAMBÉM NO INTUITO DE PROVER O MELHOR APOIO POSSÍVEL, A BUSCA E SALVAMENTO VEM SE MODERNIZANDO E SE ESPECIALIZANDO. VETORES AÉREOS, COMO O C-130 HÉRCULES, AMPLIARAM A CAPACIDADE DA FORÇA. SUA ELEVADA AUTONOMIA E MAIOR DISPONIBILIDADE PARA CARGAS, TRIPULANTES, HOMENS DE RESGATE E PARAQUEDISTAS SAR INTEGRAM, DE FORMA RÁPIDA, DISTANTES REGIÕES DO PAÍS, PROPORCIONANDO UM EFICIENTE EMPREGO.

HOJE, MISSÕES COM ÓCULOS DE VISÃO NOTURNA SÃO UMA REALIDADE E O ECO DOS ROTORES DOS HELICÓPTEROS PODE SER OUVIDO EM LOCAIS TOTALMENTE DESPROVIDOS DE APOIO NA IMENSA ESCURIDÃO DAS NOITES E MADRUGADAS.

A AERONAVE P-3, COM OS SEUS MODERNOS SISTEMAS EMBARCADOS E LONGO ALCANCE, ESTENDE A COBERTURA DA BUSCA ELETRÔNICA A ÁREAS, ATÉ POUCO TEMPO, NÃO ALCANÇADAS.

AS MISSÕES DE BUSCA SERÃO POTENCIALIZADAS EM SUA CAPACIDADE DE OBSERVAÇÃO COM A CHEGADA DOS SC-105, “AMAZONAS SAR”, DOTADOS DE QUATRO POSTOS DE OBSERVAÇÃO, COMUNICAÇÃO POR SATÉLITE, RADAR DE ABERTURA SINTÉTICA E SISTEMAS ELETRO-ÓPTICOS E INFRAVERMELHOS DE ALTA RESOLUÇÃO.

OS HELICÓPTEROS H-60 BLACK HAWK, OS H-34 SUPER-PUMA E OS LENDÁRIOS H-1H IROQUOIS DISTRIBUÍDOS DE NORTE À SUL DO BRASIL, COM TODA A CAPACIDADE JÁ COMPROVADAMENTE DEMONSTRADA, CORROBORAM COM A CERTEZA DE UM APOIO INCONDICIONAL À VIDA HUMANA.

NOVOS VETORES H-36 CARACAL, DOTADOS DE EQUIPAMENTOS DE ÚLTIMA GERAÇÃO, TORNARAM AS MISSÕES SAR MAIS SEGURAS PARA TRIPULANTES E SOBREVIVENTES. ESSE AVANÇO FOI, SOBRETUDO, PRIMORDIAL NAS MISSÕES DE BUSCA E SALVAMENTO EM COMBATE – CSAR – INSERINDO A FORÇA AÉREA, NO CONTEXTO DA GUERRA MODERNA.

CADA CIDADÃO BRASILEIRO QUE SOBREVOA A IMENSIDÃO DO NOSSO PAÍS, OU NAVEGA POR NOSSOS VERDES MARES, PODE TER A CERTEZA DA PRESENÇA DOS VETORES DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA. SEJAM AERONAVES DE ASAS FIXAS OU ROTATIVAS, DIUTURNAMENTE ESTÃO PRONTAS PARA GARANTIR A TÃO NECESSÁRIA E CONSAGRADA CERTEZA DO RESGATE.

IMPORTANTE RESSALTAR QUE O SUCESSO DE TODAS AS MISSÕES REALIZADAS É CONSEQUÊNCIA DA SINERGIA DE ESFORÇOS DE TODOS OS PARTICIPANTES ENVOLVIDOS. SÃO HOMENS E MULHERES DEDICADOS QUE COMPÕEM AS EQUIPES DE RESGATE, AS TRIPULAÇÕES DAS AVIAÇÕES DE BUSCA E SALVAMENTO, DE PATRULHA, DE ASAS ROTATIVAS, DE TRANSPORTE E DE RECONHECIMENTO.

SOMENTE AQUELES QUE JÁ ENGAJARAM EM MISSÕES DE BUSCA E SALVAMENTO CONSEGUEM COMPREENDER OS SENTIMENTOS DESTES TRIPULANTES SAR, QUE DEDICAM SUAS VIDAS EM PROL DO DEVER, E RENUNCIAM DE SEUS INTERESSES PESSOAIS E BEM ESTAR PARA QUE OUTROS POSSAM RETORNAR AOS SEUS LARES.

POR ISSO A ORDEM É LUTAR, POIS DELA ADVÉM A ESPERANÇA. O HOMEM DE BUSCA E SALVAMENTO NÃO RECONHECE PALAVRAS COMO ESMORECER OU DESISTIR, POIS SABE QUE SEMPRE HAVERÁ, NO ÂMAGO DE UMA VÍTIMA DE ACIDENTE, A VONTADE DE SOBREVIVER.

“POR UMA VIDA A ORDEM É LUTAR!!!”

LUTAR... “PARA QUE OUTROS POSSAM VIVER”!!

TEN BRIG AR GERSON NOGUEIRA MACHADO DE OLIVEIRA
COMANDANTE-GERAL DE OPERAÇÕES AÉREAS

Veja o vídeo alusivo ao Dia da Aviação de Busca e Salvamento: