COMANDO

Terceira Força Aérea tem novo comandante

Brigadeiro Riomar está à frente dos esquadrões de caça e de reconhecimento da FAB
Publicado: 08/04/2015 13:20
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Brigadeiro Riomar assume a III FAE  Sgt Paulo Rezende / Agência Força AéreaO Brigadeiro do Ar Fernando Almeida Riomar é o novo comandante da Terceira Força Aérea (III FAE), organização responsável pelo preparo operacional dos 13 esquadrões de caça e de reconhecimento da FAB. A solenidade foi realizada nesta terça-feira (7/4), no Quartel General da III FAE, no Gama (DF).

Com 36 anos de serviço e mais de 3.800 horas de voo, sendo 1.800 em caças AT-26 e F-5, o Brigadeiro Riomar já foi Comandante da Base Aérea de Brasília, Adido de Defesa e Aeronáutico junto à Embaixada do Brasil no Equador e assessor de inteligência estratégica do Ministério da Defesa. Ele substitui o Major-Brigadeiro do Ar Mário Luís Jordão, que assume agora a vice-chefia do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER).

Cerimônia ocorreu no QG da III FAE  Sgt Paulo Rezende / Agência Força AéreaEm seu discurso de despedida, o Major-Brigadeiro Jordão ressaltou operações realizadas ao longo de 2014, como as campanhas de lançamentos reais de mísseis e bombas, os exercícios Sabre e Salitre, e a defesa aérea das 12 cidades-sedes durante a Copa do Mundo. "Muitos colaboraram para que a missão fosse bem cumprida", lembrou. Agradeceu ainda ao Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Nivaldo Rossato, presente na solenidade, pela "oportunidade de operarmos equipamentos, sensores e armamentos de última geração".

O Comandante-Geral de Operações Aérea (COMGAR), Tenente-Brigadeiro Gérson Nogueira Machado, ressaltou o papel da III FAE e de suas unidades subordinadas. "Tal importância fica nítida quando visualizamos a afinidade entre a missão da Terceira Força Aérea e a missão-síntese da nossa força: manter a soberania do espaço aéreo nacional, com vistas a defesa da pátria", afirmou.

Momento de renovação

Em paralelo à realização de operações e exercícios, o Brigadeiro Riomar assume a III Força Aérea em um momento de renovação das aeronaves disponíveis. Além da futura aquisição de caças Gripen NG, está em curso o recebimento de versões modernizadas dos jatos A-1 e F-5. Na área de reconhecimento, o destaque é o Esquadrão Hórus, que em 2014 recebeu uma Aeronave Remotamente Pilotada RQ-900 para complementar a frota de quatro RQ-450.