INSPEÇÃO EM VOO

Nova aeronave-laboratório é apresentada durante simpósio em SP

O novo avião vai permitir um salto na qualidade e nas possibilidades da inspeção em voo
Publicado: 19/11/2014 15:51
Imprimir
Fonte: ASCOM DECEA

Legacy 500 é a primeira aeronave-laboratório    Luiz Eduardo PerezO Simpósio de Inspeção em Voo 2014, evento que reúne anualmente pilotos inspetores do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), foi realizado no período de 12 a 14 de novembro, em São José dos Campos (SP). O Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA) foi um dos locais de encontro do simpósio, que teve como destaque a apresentação da nova aeronave-laboratório do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV): o Legacy 500.

O novo avião é um bimotor executivo de porte médio, com motorização turbofan (motor que proporciona altas velocidades de cruzeiro) e alcance intercontinental, desenvolvido no Brasil pela Embraer. É um projeto dotado de tecnologia fly-by-ware (controle das superfícies móveis de comando da aeronave por intermédio de pulsos elétricos), tecnologia, até então, disponível somente em grandes aeronaves comerciais ou jatos executivos maiores e de custo mais elevado.

Pilotos inspetores, mecânicos e operadores de sistemas de inspeção em voo tiveram a oportunidade de visitar o interior da nova aeronave.

O processo de aparelhamento teve início em 2011 e proporciona um salto na qualidade e nas possibilidades da inspeção em voo no Brasil. A previsão de entrega da primeira aeronave é para maio de 2016 e a última para novembro de 2017.

Palestras - Durante as palestras, foram discutidos temas relevantes sobre as atualidades e perspectivas do ICEA e do GEIV, apresentados pelos respectivos diretor e comandante das unidades, Coronel Aviador Ivan Bettocchi Batalha Dittz e Tenente-Coronel Eduardo Miguel Soares.

Ainda no evento, os representantes da Embraer destacaram a participação na concepção da nova aeronave-laboratório, o novo conceito de pilotagem e os sistemas de navegação do Legacy 500. Em nome da Federal Aviation Administration (FAA), Douglas Vaz contribuiu com uma apresentação sobre as peculiaridades da inspeção em voo nos EUA. Já o representante da empresa Norwegian Special Mission, Aleksander Hagen - que é gestora dos paineis de inspeção em voo, destacou o Sistema UNIFIS3000 preparado para o Legacy 500

Para o comandante do GEIV, Tenente-Coronel Miguel Soares, essa edição proporcionou o resgate à tradição da reunião de inspeção em voo, pois conseguiu reunir em grande número pilotos inspetores e operadores de sistemas.

Treinamento
- O curso de inspeção em voo - de 13 semanas - oferece treinamento especializado em controle do espaço aéreo e abrange os serviços de navegação aérea integrado às operações militares. Qualifica, ainda, o profissional em inspeção em voo e capacita o aluno a executar os preparativos, condução e análise de voos de inspeção de auxílio à navegação e à aproximação.

Nesta turma de 2014, o Capitão Aviador Bruno Michel Marcondes Alves foi o primeiro colocado no curso de Inspeção em Voo e recebeu, junto com o Primeiro Sargento Básico em Eletrônica Douglas Vargas Del Bosco, o prêmio Omnisys, como reconhecimento pelo destaque no estudo de aplicações tecnológicas avançadas.

Em seguida, foi entregue o titulo e o distintivo de piloto inspetor honorário ao Brigadeiro do Ar Carlos Minelli, vice-presidente da CISCEA, por ter prestado relevantes serviços à inspeção em voo. Foi destacada, ainda, a formação da primeira militar do quadro feminino na função de piloto inspetor, a Capitão Aviador Fernanda Görtz.