HAITI

Aeronáutica prepara oitavo pelotão de infantaria para missão de paz

O efetivo composto por 40 militares deve embarcar para Porto Príncipe no mês de novembro
Publicado: 28/07/2014 13:24
Imprimir
Fonte: BINFAE - CO

  Militares do Pelotão de Infantaria da Aeronáutica de Canoas já iniciaram os preparativos para integrar o 21º Contingente Brasileiro na missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH). O embarque do grupo para Porto Príncipe, capital haitiana, está previsto para o mês de novembro. 

Os treinamentos estão a cargo do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Canoas (BINFAE-CO). O efetivo do Pelotão é composto por 40 militares, dentre oficiais e praças, das Unidades de Infantaria das Guarnições de Aeronáutica de Porto Alegre, Santa Maria (RS) e Florianópolis. A escolha dos militares seguiu um processo de seleção que incluiu inspeção de saúde, teste de avaliação do condicionamento físico além de avaliação psicológica.

A preparação também ocorre no 19º Batalhão de Infantaria Motorizado (19º BI MTz), do Exército Brasileiro, em São Leopoldo (RS). A primeira etapa, denominada de Módulo de Adaptação, terá duração de seis semanas. O objetivo é nivelar os conhecimentos dos militares do Pelotão em táticas, técnicas e procedimentos a fim de permitir sua integração ao batalhão brasileiro de Força de Paz.

Esse será o oitavo contingente de Infantaria da Aeronáutica a participar da missão de paz. Atualmente 27 militares do Batalhão de Infantaria de Aeronáutica Especial de Belém (BINFAE-BE) e dois do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) compõem o efetivo da FAB no Haiti.