PREVENÇÃO

Simpósio discute segurança de Voo em Manaus

O evento realizado pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes reuniu cerca de 300 pessoas no último sábado (17/05)
Publicado: 19/05/2014 16:56
Imprimir
Fonte: VII COMAR

Astronauta Marcos Pontes ministrou palestra  Sgt Carleilson/VII COMARCerca de 300 pessoas participaram do V Simpósio de Segurança de Voo da Amazônia, realizado pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (SERIPA VII) no último sábado (17/05). O evento, que aconteceu no auditório da Universidade Paulista (UNIP), em Manaus, teve o objetivo de discutir a prevenção de acidentes aéreos.

De acordo com o Comandante do SERIPA VII, Tenente-Coronel Aviador Alexandre Ricardo do Carmo, a abordagem do tema é fundamental para o momento vivido pelo Brasil. “O País nunca sediou, em um período de tempo tão curto, tantos eventos importantes. Daí a relevância de se discutir o assunto, reduzir comportamentos potencialmente perigosos e aprimorar a segurança de voo”, disse.

Na ocasião, pilotos, donos de empresas de táxi aéreo, estudantes e autoridades civis e militares assistiram a palestras sobre a criminalização da conduta da atividade aérea, fiscalização da ANAC, tráfego aéreo na Copa do Mundo, gerenciamento dos recursos de cabine e segurança operacional. “Muita gente associa segurança com restrição ao desempenho das atividades, mas, na realidade, eficiência e segurança caminham juntas. Com segurança, as operações são mais eficientes”, disse o astronauta brasileiro, Marcos Pontes, que ministrou palestra sobre segurança operacional.

Quem foi ao evento também pôde entender a segurança de voo sobre pontos de vista de diferentes organizações. Isso porque, na oportunidade, foram ministradas palestras por representantes da Justiça Federal, da ANAC, do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA) e da Gol Linhas Aéreas, entre outras. “A frota de aviões particulares na Amazônia é muito grande, e os aviões comerciais pousam na região após voos de longa duração. Então, a abordagem e a difusão desse tema é importante para aumentar a segurança de voo na localidade”, completou o Gerente Geral de Ação Fiscal da ANAC, Cláudio Ianelli, que apresentou o tema Fiscalização da ANAC.