ESPECIALISTAS DA FAB

De recruta a oficial especialista em aviões

Na terceira reportagem da série, você conhece a história do tenente especialista com mais de duas décadas de serviços à FAB
Publicado: 27/03/2014 14:26
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Desde o início como recruta, já são 24 anos de serviços dedicados à Força Aérea Brasileira (FAB). Hoje Especialista em Aviões, o Primeiro Tenente Rosinaldo Silva Alves Bonfim tem a missão de fazer voar as aeronaves A-29 Super Tucano do Esquadrão Grifo (2º/3º GAV), da Base Aérea de Porto Velho (BAPV). O trabalho desse especialista garante a segurança das aeronaves da FAB tanto na manutenção da soberania do espaço aéreo quanto nas missões humanitárias e de misericórdia.

Das lembranças que traz dos anos de carreira, o militar se orgulha de sua passagem pelo Parque de Material Aeronáutico de Recife (PAMA-RF), onde atuou como mantedor da aeronave AT-26 Xavante, logo que se formou sargento na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR). “Como mecânico de aeronaves, fui designado a trabalhar com o lendário e saudoso AT-26 Xavante, aeronave que formou gerações da aviação de caça. Sinto-me feliz por fazer parte desse momento da história da FAB”, afirma o especialista.

A paixão pela profissão motivou a buscar aperfeiçoamento e a encarar um novo desafio na carreira de especialista. “Em 2009, conquistei a almejada vaga no Curso de Formação de Oficiais Especialistas, uma conquista que marcou sobremaneira minha carreira profissional”, revela. Após os dois anos de formação no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), formava-se oficial especialista em aviões.

Desde suas primeiras atuações no Xavante até o desempenho das atuais funções de gerente da manutenção do Super Tucano, o Tenente Bonfim viu durante sua carreira os profissionais especialistas ganharem cada vez mais destaque. “Eu vi despontar uma nova geração de especialistas, profissionais capazes de desenvolver suas atividades de forma integrada e sistêmica. Isso fez surgir uma nova Força Aérea, mais dinâmica e coesa, capaz de dispor, em tempo hábil, dos relevantes indicadores gerenciais que fomentam as tomadas de decisões em nível estratégico”.

Todos os anos, a EEAR forma cerca de mil alunos em 28 especialidades que compõe as áreas consideradas essenciais para o funcionamento da FAB. E para esses profissionais, o tenente deixa um recado. “Caros especialistas, que possamos, com disciplina, amor e coragem, superar os incessantes óbices que a lida nos proporciona. Só assim, continuaremos a nos orgulhar da grandiosa missão de fazer voar. Afinal, conforme bradamos ao entoar nossa inconfundível canção: companheiros, viver é lutar!”, finaliza.