SOCIAL

Projeto Cajuzinho do Parque de Material de Eletrônica da FAB tem resultados positivos

Publicado: 11/02/2014 15:50
Imprimir
Fonte: Seção de Comunicação Social do PAME-RJ

O projeto social Cajuzinho do PaLuane, Ana Clara, Júlia e alguns dos coordenadores  1S BFT Pessanharque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ), vinculado ao Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte, foi implantado em março de 2013 e já possui resultados positivos: Três crianças foram aprovadas no processo seletivo de colégios tradicionais do Rio de Janeiro graças ao auxílio do projeto.

Uma das beneficiadas é a aluna Clara Sabino (11), que foi aprovada em 1° lugar no grupo das escolas públicas dentro do processo de seleção para 2014 do colégio Pedro II, tradicional instituição de ensino público federal, localizada no Rio de Janeiro. "É uma equação: família, escola e Projeto Cajuzinho. Uma fórmula que deu certo", afirmou Analí Sabino Ferreira Marinho, mãe de Ana Clara, que reconheceu a importância do projeto para o resultado obtido pela filha. Outras duas alunas, Júlia do Carmo Muniz (11) e Luane Pereira de Souza (12), também foram aprovadas no processo seletivo do colégio Pedro II.

O projeto Cajuzinho oferece a estudantes em situação de vulnerabilidade social de escolas próximas ao Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) a oportunidade de ingressarem em colégios públicos de qualidade, como o colégio Pedro II e o colégio militar. Em 2013, cerca de 90 crianças participaram do projeto social. Para Renata Vargas, coordenadora do “Cajuzinho”, as perspectivas para o ano de 2014 são as melhores possíveis, ainda mais após os resultados finais da turma de 2013. “As dificuldades enfrentadas neste primeiro ano serviram para melhorar as ações, e como efeito cascata, esperamos que as notas deste ano sejam ainda melhores. Isso tudo sem contar com outros benefícios que propiciamos aos alunos e suas famílias através das orientações dadas no que diz respeito ao civismo e cidadania, e uma ação conjunta com as escolas as quais pertencem”, afirmou.

O Projeto
Ana Clara durante o Projeto Cajuzinho  1S BFT Pessanha

Desenvolvido por meio de parceria entre os Ministérios da Defesa, do Esporte e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o projeto promove a inclusão social de crianças, adolescentes e jovens carentes por meio da prática esportiva.

Implantado em março de 2013, o PAME-RJ é a segunda organização militar subordinada ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) a aderir ao Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte, sendo o primeiro o CINDACTA III.

 Denominado como "Projeto Cajuzinho", oferece para cerca de 90 crianças da comunidade carente do Bairro do Caju, não só o esporte, como também reforço escolar nas disciplinas de português e matemática, e aulas de cidadania e civismo.

imagens/original/20215/3.jpg
imagens/original/20215/4.jpg