ENSINO

Aula inaugural marca início das atividades dos alunos do ITA

Publicado: 29/01/2014 16:00
Imprimir
Fonte: ACS/DCTA

Os 163 calouros do InstituNovos alunos conhecem a estrutura do DCTA  1S Félixto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São José dos Campos, assistiram à aula inaugural do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de Aeronáutica (CPORAER-SJ), instituição responsável por ministrar o treinamento militar dos iteanos. Durante o evento, realizado na segunda-feira (27/02), os estudantes puderam conhecer as diversas atividades realizadas pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) por meio da palestra do Tenente-Brigadeiro do Ar Gerson Nogueira Machado de Oliveira, Diretor-Geral da instituição.

Durante a exposição, o Tenente-Brigadeiro Machado realçou as contribuições do DCTA para a sociedade brasileira. “Os resultados do DCTA passam pela formação de recursos humanos, pela criação da Embraer, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do
Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), do Centro de Lançamento de Barreira do Inferno (CLBI), do Campo de Provas Brigadeiro Veloso (CPBV) e pelas certificações de aeronaves. Além de sistemas e componentes, metrologia aeroespacial, motor a álcool, radar meteorológico, a urna eletrônica e o Veículo Lançador de Satélite (VLS)”, citou o Oficial-General.

A aula magna simboliza o início das atividades militares dos novos iteanos. De acordo com o Coronel Infantaria Idnar Capanema da Cunha, Comandante do CPORAER-SJ, o início da instrução é um momento importante para a formação dos alunos do ITA. “Aqui, eles aprendem preceitos basilares de hierarquia e disciplina. Além disso, os valores de coragem, lealdade, honra, dever e pátria são desenvolvidos pensando não apenas na formação de militares, mas de cidadãos conscientes de suas responsabilidades com a nação”, completa.

O curso no CPORAER-SJ tem duração de um ano letivo e a primeira fase compreende o treinamento militar intensivo durante um mês. “As disciplinas ministradas durante esse estágio envolvem as ciências sociais aplicadas e o campo militar. As matérias passam pelo estudo dos regulamentos militares e por atividades práticas, como exercício de campanha”, explica o Coronel Idnar. A segunda fase da formação militar é realizada em paralelo às atividades acadêmicas do ITA.