INTERCÂMBIO

FAB discute orçamento de 2014 com parlamentares

Publicado: 16/10/2013 16:50
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Brig Franciscangelis, secretário de Economia e Finanças da FAB em explanação  Agência Força Aérea/Sargento BatistaA Força Aérea Brasileira (FAB) promoveu nesta quarta-feira (16/10) um encontro com representantes do Poder Legislativo em Brasília. A reunião teve o objetivo de apresentar a situação orçamentária da Aeronáutica para o ano de 2014 aos membros das Comissões Mistas de Planos, Orçamentos e Fiscalização (CMO) do Senado e da Câmara dos Deputados. Os parlamentares foram recebidos pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito.

No evento, os senadores e deputados tiveram acesso a um relatório de informações sobre os objetivos estratégicos da Aeronáutica e as prioridades de investimento.

“Foi uma oportunidade de apresentar nossa simulação orçamentária aos parlamentares e o mais importante foi notar o interesse e a vontade que eles apresentam em apoiar nossas iniciativas. Novas idéias estão surgindo. Manter um orçamento periódico, determinado e a longo prazo para as Forças Armadas é fundamental para um planejamento bem realizado, não só de nossa parte, mas da indústria”, explicou o Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Franciscangelis Neto, secretário de Economia e Finanças da Aeronáutica (SEFA).

A apresentação focou nas informações sobre custos e manutenção da Força Aérea, no planejamento para novos projetos, bem como os benefícios que tais investimentos trarão para a defesa do país e para a geração de emprego e renda nas regiões. Parlamentares foram recebidos pelo Comandante da Aeronáutica  Agência Força Aérea/Sargento Batista

“Nós estamos preocupados com os recursos da Defesa Nacional e cientes da necessidade de recursos a médio e longo prazo. O mínimo agora é não mexer nos recursos já determinados para as Forças Armadas e continuar melhorando o investimento para manter a soberania nacional e fazer do Brasil um país respeitado pelos vizinhos”, destacou o Senador Lobão Filho, Presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização.

O relatório trouxe ainda informações sobre o processo de recuperação e modernização de aeronaves como o F-5, a aquisição de 28 cargueiros KC-390, desenvolvimento e industrialização de 50 helicópteros H-X BR, custos com combustível e material aeronáutico, recuperação e construção de instalações militares, entre outras necessidades da FAB para o próximo ano.

Confira a reportagem sobre o evento: