CIDADANIA

Prefeitura de Aeronáutica do Galeão realiza Ação Cívico Social no Rio

Publicado: 13/05/2013 11:08
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

A Prefeitura de Aeronáutica do Galeão (PAGL) realizou no último sábado (11/5) uma Ação Cívico Social (ACISO) voltada aos moradores da Vila Joaniza, comunidade carente vizinha às unidades da Aeronáutica na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Uma estrutura especial foi montada na sede da PAGL para comportar onze órgãos do poder público  e entidades sociais que ofereceram diversos serviços à comunidade.

“Essa ação incentiva o povo a resolver seus problemas. As pessoas também podem cuidar da saúde e da aparência. Chega a ser um incentivo para a autoestima”, conta o ator Alexandre Ledêro, que cortou o cabelo e fez a barba na barraca que também oferecia maquiagem profissional.

Além de cuidar da aparência, os presentes puderam tirar a segunda via de documentos e ter assistência jurídica. “Aqui ficamos mais perto das pessoas, que não precisam marcar hora. Esse tipo de ação facilita o acesso à Justiça”, afirma a defensora pública Roberta Fraenkel.

Moradora da Vila Joaniza, Shayenni Ferreira Leite levou os dois filhos e tirou a segunda via da carteira de identidade, serviço mais procurado pelos visitantes. “Muitas pessoas não têm condições de pagar por um documento. Às vezes, não têm tempo. Como é no final de semana, facilita para as pessoas, ainda mais porque é perto de casa”, disse.

Presente na vida dos brasileiros
A ACISO ofereceu aulas de ginástica, verificação de pressão e glicose, palestras de orientação médica e prevenção do uso de drogas, demonstração de primeiros socorros e orientações sobre acidentes domésticos. As crianças brincaram no playground e tiverem aulas de ordem unidade ao som da Banda da Base Aérea do Galeão.

Para o Coronel Intendente Alexandre Menezes Andrade, Prefeito de Aeronáutica do Galeão, a ACISO é uma demonstração da presença da FAB na vida dos brasileiros. “Queremos nos aproximar ainda mais da comunidade. Temos uma aérea de 1.500.000 m2 e estamos preocupados com os nossos vizinhos”, explica.

A ação contou com a participação da Companhia Estadual de Água e Esgoto do Rio de Janeiro, Conselho Tutelar, Polícia Federal, Cruz Vermelha, Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública do Rio, DETRAN-RJ, Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, Instituto Embelleze, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Fundação Leão XIII e Clínica da Família Assis Valente.