SEGURANÇA DE VOO

Comunidade aeronáutica debate prevenção

Publicado: 08/05/2013 10:20
Imprimir
Fonte: CENIPA

 

A 59ª Reunião do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CNPAA), que acontece nos dias 7 e 8 de maio, iniciou nesta terça-feira, no Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), em Brasília. O evento reúne representantes de todos os segmentos da aviação civil e militar para debater temas sobre prevenção.

Na abertura da reunião, o chefe do CENIPA, Brigadeiro do Ar, Luís Roberto do Carmo Lourenço, desejou boas-vindas aos representantes da comunidade aeronáutica na importante missão de discutir a segurança da aviação e destacou o crescimento da aviação no último ano. O chefe do CENIPA ressaltou dados estatísticos que apontaram 178 acidentes em 2012 e disse ainda que a prevenção deverá ser ampliada para atender aos anseios da sociedade brasileira no acesso ao transporte aéreo.

O Brigadeiro Lourenço aproveitou para anunciar a realização do Simpósio Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, que o CENIPA promoverá dia 17 de agosto, em São Paulo, evento previsto para cerca de 800 participantes. Na sequência, o comitê foi informado o andamento das questões levantadas na sessão de novembro de 2012.

Pela manhã, o primeiro a falar no CNPAA foi o presidente do Aeroclube do Maranhão, que solicitou a inclusão da unidade no comitê, tendo sido aprovada por votação. Logo após, a representante da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Raquel Irber, falou sobre os requisitos de resposta a emergências em aeródromos.

No final da manhã, o tema da reunião ficou por conta do debate e deliberações sobre a mais recente Norma do Sistema do Comando da Aeronáutica (NSCA 3-13), aprovada dia 6 de maio, a qual trata de protocolos de investigação de ocorrências aeronáuticas da aviação civil conduzidas pelo Estado Brasileiro.

O CNPAA prossegue na parte da tarde, quando serão tratados os seguintes temas: Assento e conforto nos aviões, palestra que será proferida pela Associação Brasileira das empresas Aéreas (ABEAR); apresentação do Projeto Sirius pelo Departamento do Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e a avaliação de voos noturnos em caráter de emergência, a cargo da comissão de off shore (operações aéreas no mar).

Assunto(s): , ,