SAUDE

FAB transporta coração para transplante em Brasília

Publicado: 22/02/2013 11:13
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

FAB transporta coração para transplante em Brasília   Agência  Força Aérea/ Sgt. RezendeUma aeronave Learjet da Força Aérea Brasileira transportou nesta quinta-feira (21/02) o coração de uma criança de sete anos de Canoas, no Rio Grande do Sul, para ser transplantado em Brasília. O receptor, uma criança de dois anos, esperava pelo órgão no Instituto de Cardiologia, no Distrito Federal. A cirurgia ocorreu durante a madrugada desta sexta-feira (22/02) e foi considerada bem sucedida.

O avião do Sexto Esquadrão de Transporte Aéreo (6º ETA) decolou da capital federal às 13h30 e chegou a Canoas às 16h30 com dois profissionais do Instituto de Cardiologia que realizaram a cirurgia de retirada do órgão no Hospital Comunidade Evangélica Luterana São Paulo. O coração chegou a Base Aérea de Brasília (BABR) às 21h30 e seguiu em ambulância para o hospital.

Em casos como este, a agilidade é fundamental, já que o coração tem de chegar intacto antes do tempo de isquemia [tempo em que o órgão é conservado em solução de preservação]. Este tempo dura até quatro horas.

"A parceria com o Ministério da Saúde, a Forca Aérea Brasileira e o Governo do Distrito Federal permitiu que buscássemos doadores de fora do Distrito Federal. Isto facilitou na redução da fila de transplantes do Distrito Federal", explicou o superintendente do hospital, João Gabardo.

Prioridade na rota - A FAB destacou para a missão dois pilotos e dois mecânicos do 6º ETA. "Estas missões são consideradas as mais nobres que fazemos", afirma o piloto da missão, Major-Aviador Luis Fernando Ferro. Enquanto a equipe médica realiza a cirurgia, os pilotos entram em contato com o controle aéreo. "Nós temos prioridade na rota. Ao todo, foram 2h de voo, quando o normal seriam 2h20. Nós sabemos que vinte minutos a menos contam muito quando precisamos salvar uma vida", salientou o Major Ferro.

A cirurgia começou por volta das 22h e terminou às 2h. A criança se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passa bem.