REAPARELHAMENTO

Helibras inaugura novas instalações em fábrica de Itajubá (MG)

Publicado: 03/10/2012 09:51
Imprimir
Fonte: CECOMSAER

A Helibras, subsidiária da Eurocopter, inaugurou nesta terça-feira (02/10) as novas instalações da fábrica em Itajubá, no sul de Minas Gerais. A nova fábrica atende ao projeto H-XBR, coordenado pelo Comando da Aeronáutica junto à Marinha e ao Exército, por meio da Comissão do Programa Aeronave de Combate (COPAC). Os objetivos são produzir helicópteros militares EC725 e EC225 (versão civil), envolvendo produção e manutenção e, a longo prazo, fabricar o primeiro helicóptero 100% brasileiro, desde o ciclo de concepção até a fabricação final.

No âmbito do projeto H-XBR foram adquiridas 50 aeronaves EC725 para atender as demandas das Forças Armadas, sendo que destas duas aeronaves, têm configuração VIP, destinadas a Presidência da República. Já foram entregues as quatro primeiras aeronaves EC725 às Forças Armadas, que completaram mil horas de voo no mês de setembro. Até 2017 será concluída a entrega do lote de 50 helicópteros.

Durante a cerimônia de inauguração das novas instalações da Helibras, o Presidente da Eurocopter, Lutz Bertling, lembrou a trajetória da empresa junto as Forças Armadas. “Desde o primeiro esquilo produzido pela Helibras para a Marinha Brasileira, passando pelos Pumas, depois operados pela Aeronáutica, a recriação da aviação do Exército e através de todas as áreas de desenvolvimento da Helibras, foram os nossos parceiros que estiveram sempre presentes para nos apoiar, particularmente as Forças Armadas e nesse momento agora não é uma exceção”, explicou.

Representando a Presidenta da República, Dilma Rousseff, o Ministro de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, enfatizou a importância do reaparelhamento para as Forças Armadas. “Um País que tem posição entre as cinco ou seis maiores nações do mundo tem que ter Forças Armadas com capacidade militar dissuasória para que possa exercer a sua soberania de maneira adequada e eficiente no mundo”, explicou.

O ministro destacou, ainda, a industrialização correta do país. “A construção dessa capacidade militar há que se processar em território nacional com conteúdo local e com o domínio da tecnologia embarcada nessas aeronaves. Estamos celebrando aqui duas coisas ao mesmo tempo, todas duas muito importantes. Para as nossas Forças Armadas o que elas precisam e merecem para exercer sua função, mas ao mesmo tempo adquirir conhecimento tecnológico, capacidade e domínio da cadeia produtiva da indústria de defesa e esse é um dos objetivos do Plano Nacional de Defesa, como é também do Programa Brasil Maior.”

Participaram da cerimônia de inauguração o Governador do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia, o Ministro de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, o Ministro da Defesa, Celso Amorim, além do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, Comandantes do Exército e da Marinha, o General de Exército Enzo Martins Peri e o Almirante de Esquadra Julio Soares de Moura Neto.

Assinatura
Foi assinado contrato entre a Helibras e a Inbra Aerospace para blindagem dos helicópteros EC725. A Inbra já havia sido contratada para o fornecimento de capôs e carenagens do cone de cauda e estrutura intermediária em material composto para o EC725, tecnologia até então inexistente no país.