ESPORTE

Veleiros iniciam a competição da Regata 24 Horas do Clube da Aeronáutica

Publicado: 18/08/2012 14:16
Imprimir
Fonte: CECOMSAER

Com a promessa de fortes ventos, 27 velejadores largaram, neste sábado (18.08), do cais do Clube da Aeronáutica, em Brasília (DF), para a 24ª edição da Regata 24 Horas Santos-Dumont. O Lago Paranoá será o cenário de uma competição que dura 24 horas ininterruptas e termina às 12h, no Clube da Aeronáutica.

A solenidade de abertura contou com o hasteamento da bandeira nacional e um tiro de canhão deu a largada para a prova.

“Para o Clube da Aeronáutica de Brasília é uma honra muito grande sediar a maior regata de águas abrigadas do mundo”, disse o presidente do clube, Major-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Um dos destaques da competição é uma equipe mista, composta por três participantes do Projeto Grael, dois velejadores experientes, Maurício Albuquerque e Cezar Castro, no veleiro Orion e mais três pessoas. O Projeto Gael, sediado no Rio de Janeiro, treina jovens e crianças em esportes náuticos. Alex Sandro Matos de Carvalho, de 23 anos, está há dez anos no projeto e venceu a Regata de Cape Town to Rio, na classe oceânica.

“É a primeira vez que venho velejar em Brasília. Nós vamos mostrar aos velejadores de Brasília que um aluno do projeto tem a capacidade de participar de uma regata como esta”, afirma Alex Sandro.

De acordo com o presidente da Associação de Veleiros de Oceano de Brasília (ABOV), Afonso Rovere Montezuma, a Regata 24 Horas é a regata mais longa de oceano feita no interior do Brasil. Por isso, permite ao velejador exercitar a atenção na mudança dos ventos, tanto de intensidade quanto de direção. O outro atrativo é o vento forte, atípico na cidade, que pode levar a uma quebra de recordes de tempo.

“Esta regata exige muito do velejador, já que Brasília, além de estar a cerca de 1000 quilômetros do litoral, está a 1000 metros de altitude. Outra dificuldade são os ventos fracos. Por isso, consideramos o Lago Paranoá um dos lugares mais exigentes no Brasil para velejar”, conta Afonso.

Participam da prova veleiros oceânicos que pertencem às categorias RGSDF e SMP2. O velejador de cada classe que completar o maior percurso em 24 horas ininterruptas será o vencedor e ganhará um troféu. O público pode acompanhar o posicionamento dos barcos no site www.regata24horas.com.br, onde já constam os pontos pelos quais os veleiros devem passar. Os espectadores também podem assistir a regata a partir da orla.